Turistas portugueses viralizam ao recuperar celular furtado no Rio

Dois turistas portugueses viralizaram após relatarem a aventura para recuperar um aparelho celular furtado em Copacabana, na Zona Sul do Rio. O caso aconteceu na manhã de quarta-feira. Leandro Rodrigues, de 21 anos, e seu amigo Daniel Walter, de 25, relatam que após o episódio têm medo de sair do hotel e não pretendem estender a viagem pela capital fluminense.

Compras em cartão de crédito: Além de modelos, golpista preso no Rio enganou e deu prejuízo a nutricionista e agentes de viagem

Sol e calor nos próximos dias: Cidade do Rio pode ter trégua da chuva a partir de quinta-feira, mas calor continua

Os amigos, que são da cidade do Porto, estiveram em Salvador antes de sua primeira passagem pelo Rio. O voo deles aterrissou pouco antes das 6h de quarta-feira, mas como o check-in no hotel começava apenas às 11h, resolveram pegar um táxi do aeroporto direto para Copacabana. Ao chegarem à Avenida Atlântica, avistaram um castelo de areia e decidiram tirar fotos. Foi quando um homem em uma bicicleta passou e furtou o celular de Daniel.

Os dois aproveitaram a aproximação de uma viatura da Polícia Militar e pediram ajuda aos agentes. Como Leandro tinha a localização do celular do amigo em tempo real, resolveram seguir o criminoso pelo GPS. O aparelho, segundo eles, estava, inicialmente, dentro da favela Cantagalo-Pavão-Pavãozinho.

— Quando chegamos lá, tivemos que trocar de viatura para subir a favela. Ficamos muito nervosos. Quando avistaram o ladrão, ele começou a correr, os policiais também. Nunca vimos armas como aquelas, em Portugal não tem isso. Tentamos fechar a viatura, mas não deu certo — lembra Leandro.

Segundo os amigos, ao ser encontrado o criminoso saiu da comunidade e o aparelho só foi encontrado pouco tempo depois, próximo a estação Antero de Quental, no Leblon.

— Acho que a conexão caiu, não conseguíamos ver a localização por um tempo. Quando achamos, já estava perto dessa estação. Foi lá que conseguimos o celular de volta. Mas quando desbloqueamos, vimos que o bandido entrou com a conta do Facebook dele no aparelho do meu colega. Então, os policiais viram mensagens dele para uma namorada e tentaram marcar um encontro com ela, para tentar localizar o bandido, mas ela descobriu — explica Leandro.

No vídeo feito pelos amigos, é possível ver o momento em que os PMs afirmam que têm os dados de pessoas envolvidas com o homem que furtou os turistas. Segundo Leandro, após o episódio, as contas tanto do criminoso quanto de sua namorada foram apagadas. Leandro e Daniel, desde então, estão assustados e até trocaram de hotel:

— Chegamos a trocar de hotel, procuramos uma localização mais segura. Estamos com medo que nos encontrem.

Em nota, a Polícia Militar afirmou que uma equipe da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Pavão/Pavãozinho/Cantagalo auxiliou um homem que se apresentou como turista e informou ter tido o celular furtado em Copacabana. Apesar de os turistas terem relatado que o aparelho foi localizado dentro da comunidade, a corporação afirma que foi encontrado na Rua Ataulfo de Paiva, perto da estação Antero de Quental. Ninguém foi detido na ação.

Ainda de acordo com o comando da UPP, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) instaurou um procedimento para apurar os fatos relatados. Os turistas não fizeram um registro de ocorrência do furto do aparelho.