Sobe para 50 número de mortos em duplo atentado em província xiita no Iraque

Bagdad, 14 set (EFE).- Pelo menos 50 pessoas morreram nesta quinta-feira e 87 ficaram feridas em um duplo atentado e um ataque armado na província de Diqar, no sul do Iraque, de maioria xiita, informou à Agência Efe o diretor-geral de Saúde local, Jasem al Jaldi.

Uma fonte de segurança disse à Efe que dois carros-bomba explodiram coincidindo com um ataque armado contra o restaurante Fedek, situado a cerca de 80 quilômetros a oeste de Nasariya, em Diqar.

A televisão iraquiana "Al Sumaria" informou que homens armados vestidos de uniforme militar chegaram a bordo de dois carros ao restaurante e entraram, onde abriram fogo contra os clientes, o que causou mortos e feridos, entre eles cidadãos iranianos.

Depois, os homens foram a um posto de controle das forças de segurança e explodiram um dos veículos, e outros agressores dispararam e causaram mais vítimas, segundo o canal.

O múltiplo atentado foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que costuma ter entre os seus alvos os xiitas no Iraque, onde esta seita do Islã é maioria.

A agência de notícias "Amaq", filiada aos extremistas, assegurou que "dezenas de xiitas" morreram em um ataque suicida e vários ataques armados contra um posto de controle e um restaurante.

A violência aconteceu um dia depois que o primeiro-ministro iraquiano, Haidar al Abadi, visitou a província de maioria xiita, que se caracteriza por sua segurança e estabilidade. EFE