Turquia anuncia fim da inspeção de navio com grãos ucranianos

A inspeção do navio "Razoni", que transporta o primeiro carregamento de grãos ucranianos desde o início da invasão russa da Ucrânia, terminou e a embarcação foi autorizada a prosseguir sua rota, anunciou o ministério da Defesa da Turquia nesta quarta-feira.

Após a inspeção, que durou pouco menos de uma hora e meia e foi realizada por uma equipe de 20 inspetores russos e ucranianos, "o navio cruzará agora o Bósforo para seguir viagem até o Líbano", afirmou o ministério.

O navio, com bandeira de Serra Leoa, tem como destino o porto de Trípoli, norte do Líbano. O carregamento de 26.000 toneladas de milho partiu na manhã de segunda-feira do porto de Odessa (sul da Ucrânia) e é o primeiro autorizado com base no acordo assinado em 22 de julho em Istambul entre Rússia e Ucrânia, com mediação da Turquia e apoio da ONU.

O acordo permite a retomada do fornecimento aos mercados mundiais de cereais ucranianos bloqueados desde a invasão russa, sob supervisão internacional.

A Ucrânia exporta aproximadamente metade do óleo girassol utilizado no mercado internacional e é um dos principais fornecedores de cereais do mundo.

A interrupção quase total de suas exportações aumentou os preços dos alimentos e tornou as importações proibitivamente caras para alguns dos países mais pobres do mundo.

ach/aoc/mis/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos