Forças de segurança do Afeganistão capturam mulher francesa ligada ao EI

Cabul, 23 mar (EFE).- Forças de segurança do Afeganistão capturaram uma francesa ligada ao grupo Estado Islâmico durante uma operação realizada no norte do país, informaram fontes oficiais.

"Como resultado de uma operação aérea no distrito de Darzab, na província de Jawzjan, pelo menos seis combatentes do EI morreram e uma mulher de nacionalidade francesa, ligada ao grupo, foi detida", anunciou o Ministério de Defesa do Afeganistão no Twitter.

O ministério não revelou a identidade da francesa, nem deu detalhes sobre sua situação no país. No início de março, o Exército do Afeganistão capturou um alemão que lutava ao lado dos talibãs há aproximadamente um ano durante uma ação em Helmand, no sul do país.

O EI passou a atuar mais ativamente no Afeganistão em 2015, estabelecendo um reduto em Nangarhar, na fronteira com o Paquistão. Desde então, embora o governo afegão tenha afirmado que a presença do grupo se reduziu no país, os jihadistas reivindicaram alguns dos atentados mais sangrentos registrados nos últimos anos.

O último deles ocorreu na última quarta-feira, dia do Ano Novo no Afeganistão, quando um suicida deixou mais de 30 mortos e 65 feridos em Cabul. O EI reivindicou a autoria do ataque. EFE