Turquia diz que entrega da CoronaVac é adiada por caso de Covid na alfândega

·1 minuto de leitura

ANCARA (Reuters) - A entrega do primeiro carregamento da vacina da Sinovac na Turquia foi adiada em "1 ou 2 dias" devido a um caso de coronavírus na alfândega de Pequim, disse o ministro da Saúde turco, Fahrettin Koca, neste domingo.

A Turquia concordou em comprar 50 milhões de doses da CoronaVac, da Sinovac, e esperava a primeira entrega de 3 milhões de doses nesta segunda-feira.

Também serão adquiridas 4,5 milhões de doses da vacina desenvolvida pela BioNTech e pela Pifzer, com opção de obter mais 30 milhões de doses posteriormente.

"Devido a um alerta de Covid-19 em Pequim e um caso de Covid-19 na alfândega de Pequim, a mobilidade naquela seção foi temporariamente suspensa. Por esse motivo, a chegada de nossas vacinas, que deveriam partir após as operações alfandegárias, será atrasada em um ou dois dias ", disse Koca no Twitter.