Turquia diz que EUA deveria olhar para o próprio passado após reconhecimento de genocídio

ANCARA (Reuters) - O porta-voz da presidência da Turquia afirmou neste sábado que os Estados Unidos deveriam olhar para o próprio passado, em resposta ao reconhecimento do presidente Joe Biden dos massacres de 1915 contra armênios no Império Otomano como genocídio.

“Condenamos de maneira veemente e rejeitamos os comentários do presidente dos EUA, que apenas repetem acusações daqueles cujo único propósito é a inimizade contra nosso país”, disse Kalin, no Twitter. “Aconselhamos o presidente dos EUA a olhar para o seu próprio passado e presente (de seu país)”.

(Reportagem de Tuvan Gumrukcu)