Turquia diz que primeiro navio com grãos ucranianos pode zarpar na segunda

O porta-voz da presidência turca, Ibrahim Kalin, declarou neste domingo (31) que há "alta probabilidade" de que um primeiro navio carregado com grãos ucranianos deixe o porto de Odessa, na Ucrânia, na manhã de segunda-feira, nos termos de um acordo alcançado em 22 de julho com a Rússia.

"Há uma grande probabilidade de que um primeiro navio possa partir amanhã de manhã (segunda-feira) se tudo for combinado até hoje à noite", disse Kalin, em entrevista ao canal privado Kanal 7.

O representante turco indicou que ainda há "uma ou duas questões a serem resolvidas nas negociações com os russos".

"Os preparativos chegaram a um ponto que permitiria que os navios saíssem do porto de Odessa. Os navios foram carregados, estão prontos para partir, mas é preciso haver uma boa coordenação logística", acrescentou o porta-voz.

A retomada das exportações foi discutida em uma reunião entre os ministros da Defesa da Turquia e da Ucrânia, anunciou Ancara.

O Centro de Coordenação Conjunta (CCC), responsável pelo controle das exportações de grãos da Ucrânia através do Mar Negro, foi inaugurado oficialmente na quarta-feira em Istambul, conforme o acordo assinado em 22 de julho.

O acordo para suspender o bloqueio - o primeiro texto significativo envolvendo ambos os lados desde o início do conflito - visa aliviar uma crise global de alimentos que elevou os preços e que prejudica os países mais pobres do mundo.

O Centro de Coordenação Conjunta deve registrar e controlar os navios mercantes, garantir seu monitoramento via satélite e inspecionar as embarcações no momento do carregamento nos portos ucranianos e na chegada aos portos turcos.

bg/abx/rsc/meb/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos