Turquia fecha espaço aéreo para aviões que transportam soldados da Rússia para a Síria, diz emissora estatal

·1 min de leitura

ISTAMBUL (Reuters) - O espaço aéreo turco foi fechado para aviões militares e civis que transportam soldados da Rússia para a Síria após consulta com Moscou, afirmou o ministro das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, neste sábado, de acordo com a emissora estatal turca TRT Haber.

A Turquia, membro da Otan, tem boas relações com a Rússia e a Ucrânia e tem procurado mediar a guerra entre os dois lados.

"Fechamos o espaço aéreo para aviões militares da Rússia e até mesmo para aviões civis rumo à Síria e carregando soldados", disse Cavusoglu a repórteres em um avião a caminho do Uruguai, segundo a emissora. Ele disse que permissão havia sido dada pelo período de três meses até abril, antes de parar os voos.

De acordo com ele, as negociações continuam entre a Rússia e a Ucrânia e os lados estão trabalhando em direção a um esboço de declaração conjunta.

Cavusoglu disse que se houver progresso nas negociações, o presidente russo Vladimir Putin e o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy concordaram que uma reunião poderia ser realizada na Turquia.

(Por Omer Berberoglu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos