Turquia manda recado aos Estados Unidos ao receber dois rivais de Washington

O presidente Tayyip Erdogan se reuniu com o presidente da Venezuela para assinar acordos comerciais e o ministro de Relações Exteriores turco se encontrou com o representante da Rússia para tratar dos cereais da Ucrânia presos no Mar Negro.

Fernanda Castelhani, correspondente da RFI em Istambul

Mais de cem dias depois do início dos ataques russos à Ucrânia, o governo de Ancara media a liberação do Mar Negro, mas nenhum dos lados conseguiu chegar a um acordo para evitar uma iminente crise alimentar mundial. São mais de 20 milhões de toneladas de grãos presos na Ucrânia enquanto a Rússia continua os ataques e os preços do trigo disparam. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, se reuniu em Ancara, na quarta-feira (8), com o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Çavusoglu, para tratar da criação de corredores de embarque. O objetivo é permitir que os grãos ucranianos acessem o mercado internacional a partir do Mar Negro, que banha tanto a costa turca, quanto russa e ucraniana.

Çavusoglu afirmou que a Turquia está pronta para trabalhar com as Nações Unidas para criar essa via segura, que vai, depois, escoar para o Estreito de Bósforo rumo ao restante do mundo. Uma questão-chave continua sendo a remoção de minas que protegem o porto ucraniano de Odessa. Moscou coloca a responsabilidade em Kiev para liberar caminho. Mas Kiev busca garantias de que as forças russas não lançarão um ataque anfíbio a Odessa. Diante desse impasse, a Turquia se oferece para sediar uma nova reunião aqui em Istambul para discutir esses detalhes.


Leia mais

Leia também:
Grécia impede entrada de 600 migrantes em apenas um dia, maior número desde 2020
Turquia busca concessões militares ao se opor à entrada de Finlândia e Suécia na OTAN
Otan: Com objetivo de retomar negociações de armas, Turquia recebe representantes de Suécia e Finlândia

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos