Turquia recebe líderes da oposição síria

A Turquia recebeu nesta terça-feira (3) os líderes da oposição síria, pouco depois de Ancara realizar sua primeira reunião de alto escalão com o governo do país vizinho desde 2011.

O chanceler Mevlut Cavusoglu publicou no Twitter fotos de sua reunião com o líder do Conselho Nacional Sírio, Mahmut al-Maslat, e outros representantes da oposição. O encontro aconteceu menos de uma semana depois que os ministros da Defesa turco e sírio tiveram em Moscou a primeira reunião de alto escalão desde 2011.

"Reiteramos nosso apoio à oposição síria e ao povo", em concordância com a resolução da ONU de 2015, destacou Cavusoglu, referindo-se a uma declaração em favor de um cessar-fogo e uma solução política para o conflito.

A Turquia se desentendeu com a Síria no começo da guerra civil naquele país, há 12 anos, quando começou a apoiar os esforços dos rebeldes para derrubar o regime do presidente Bashar al-Assad. Mas o presidente turco, Recep Erdogan, que chamou Assad de terrorista em 2017, mostrou-se receptivo à ideia de se reunir com o líder sírio.

Erdogan sugeriu que, após as conversas entre os ministros da Defesa, pode haver uma reunião de chanceleres que abra caminho para uma reunião de cúpula presidencial.

A possibilidade de reconciliação entre os dois países preocupa os líderes opositores sírios que residem principalmente em regiões de seu país que estão sob controle indireto da Turquia.

Os Estados Unidos, aliados da Turquia na Otan, deixaram clara sua oposição a uma reaproximação com Assad. "Não apoiamos que os países melhorem suas relações ou expressem apoio para reabilitar o ditador brutal Bashar al-Assad", declarou o porta-voz do Departamento de Estado americano, Ned Price.

zak/ach/an/eg/mas/dga/lb/am