Trump diz que Coreia do Norte está "brincando" com os EUA há muitos anos

Washington, 17 mar (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recriminou nesta sexta-feira a Coreia do Norte por "comportar-se muito mal", e também a China, que - segundo ele - fez muito "pouco" para conter o regime norte-coreano.

"A Coreia do Norte está se portando muito mal. Eles vêm 'brincando' com os Estados Unidos durante anos e a China fez muito pouco para ajudar!", escreveu Trump no Twitter.

Os comentários do presidente acontecem depois que seu secretário de Estado, Rex Tillerson, afirmou na Coreia do Sul que a diplomacia paciente do governo de Barack Obama para lidar com o programa nuclear norte-coreano acabou e que todas as "opções estão abertas" neste campo.

"A paciência estratégica terminou", disse hoje Tillerson, que não ofereceu mais detalhes sobre qual fórmula a Casa Branca irá adotar para interromper o programa nuclear norte-coreano.

Trump já havia criticado a China por seu apoio ao regime norte-coreano e por sua política comercial e monetária, já que o presidente americano considera que a desvalorização da divisa chinesa pelas autoridades do país teve efeitos "devastadores" na economia americana.

Precisamente, um dos momentos mais delicados no giro asiático de Tillerson será neste sábado, em Pequim, onde o secretário de Estado deve se reunir com o presidente da China, Xi Jinping; com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang; com o conselheiro de Estado chinês, Yang Jiechi, e com o ministro das Relações Exteriores, Wang Yi.

Está previsto que algumas dessas reuniões estejam focadas em preparar a próxima viagem de Xi aos EUA para se reunir com Trump, quem irá recebê-lo em abril em seu luxuoso clube de Mar-a-Lago, na Flórida. EFE