TV paga "conquista" 2,5 milhões de novos assinantes em um mês

·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução da internet.
Foto: Reprodução da internet.
  • A Anatel divulgou dados que demonstram um aumento considerável de assinantes de TV paga em julho;

  • As operadoras teriam ganhado 16,3 milhões de novas assinaturas;

  • O setor enfrenta uma de suas piores crises, com o índice mais baixo de assinantes desde 2012.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou dados com os últimos números da TV paga referentes a julho, nos quais a operadoras supostamente demonstram um aumento de 2,5 milhões de assinantes.

Com o baixo número de 13,8 milhões de assinantes registrados no mês de junho, de repente, em um mês, as operadoras alcançaram milhões de novas assinaturas, chegando a 16,3 milhões.

Leia também:

Contudo, há um aparente truque por parte da Anatel na contagem. A agência lançou resolução há um ano e meio atrás permitindo que as operadoras pudessem acionar os compradores das suas caixas receptoras como assinantes. Alguns exemplos desses casos são o Sky Pré-Pago, o Claro livre e a Oi Livre.

O truque dos números acontece porque comprar as caixas não significa pagamento de mensalidades, já que, para muitos dos que as adquirem, a intenção é usá-la como antena digital.

Na contagem da Anatel não há informações que diferencie se, dos 2,5 milhões de supostas novas assinaturas, todas são realmente ativas.

Essas informações vêm em meio a um dos piores períodos do setor, que perdeu 2,6 milhões de assinantes de 2019 a 2020, registrando o índice mais baixo desde 2012. Os serviços de streaming, por exemplo, já têm audiência maior que a soma de todas as operadoras.

As informações são do blog Splash UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos