TV Viradouro promete dar samba

Diego Amorim

Nem só no barracão, na quadra ou na Sapucaí as escolas de samba fazem carnaval. É o que a Unidos do Viradouro pretende mostrar, aproximando-se dos foliões também pela telinha. Como antecipou o colunista do Globo Ancelmo Gois, a agremiação de Niterói lançou uma TV, que promete interatividade nas redes sociais, com transmissões ao vivo, programas e bastidores, que incluem os ensaios e os eventos, como feijoadas.

— O primeiro evento transmitido foi a final do samba-enredo, em setembro, que registrou milhares de interações e alcançou mais de 265 mil pessoas no Facebook da escola, com audiência no Japão, Estados Unidos, Alemanha, México, Argentina e Canadá. Foi a partir do sucesso desse evento que pensei na TV Viradouro — conta Alice Fernandes, fundadora da produtora Muitamídia, que assina a direção do canal.

Um dos primeiros projetos do canal vai unir duas paixões nacionais: samba e futebol. Integrantes da bateria da Viradouro vão desafiar as outras escolas do Grupo Especial em partidas de futebol, com direito a narração, comentaristas e repórter em campo. Outro programa será um concurso de beleza de passistas. Há ainda a proposta de um programa de entrevistas e um telejornal semanal com reportagens sobre a programação da escola e a vida pessoal de seus integrantes.

— Vamos fazer um reality show com aderecistas da escola, que vai mostrar o dia a dia no barracão. Vai ser bem bacana, as pessoas vão gostar bastante — aposta.

O estúdio fica no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste. Mas a quadra da escola também vira .

— Vamos levar engajamento e prestígio para os eventos, com profissionais qualificados e uma cobertura para internet com padrão de TV. Estamos na era do streaming.

Venda de ingressos

Começou ontem a venda de ingressos para arquibancadas especiais (de R$ 200 a R$ 300) e turísticas (R$ 500) e cadeiras individuais (R$ 190) do carnaval 2020 do Grupo Especial na Sapucaí. As entradas estão disponíveis pela internet, com taxa de 10% de conveniência, com pagamento com cartão de crédito, em até seis vezes sem juros, até o dia 31 de dezembro.