Twitter: botão de editar está prestes a ser lançado

Botão de editar um tuíte estava apenas disponível para usuários pagantes do Twitter
Botão de editar um tuíte estava apenas disponível para usuários pagantes do Twitter
  • Elon Musk fez diversas reclamações sobre a impossibilidade de editar tuítes;

  • Atualmente funcionalidade está disponível apenas para usuários que assinam Twitter Blue;

  • Nova ferramenta deverá ser lançada nos próximos dias, afirmaram fontes.

Sob a liderança de Elon Musk, o botão de editar um tuíte deve finalmente ser implementado para todos usuários. A novidade deve ser despachada para os usuários dentro dos próximos dias, apontaram fontes ouvidas pela Bloomberg.

Atualmente só tem direito à função os assinantes do plano de assinatura premium da rede social, o Twitter Blue. Pelos seus princípios, faz sentido Musk querer liberar a ferramenta para todos os usuários. No passado, o agora CEO do Twitter utilizou de seu perfil na plataforma para reclamar da falta desta funcionalidade diversas vezes.

No entanto, com a retirada da função de editar, o Twitter Blue pede um de seus grandes atrativos. O serviço, que era pouco divulgado pela empresa, possui diversos recursos que expandem a usabilidade da rede social.

Para atrair usuários, Musk está colocando o selo de verificado, o famoso selo azul, dentro do Twitter Blue, de modo que os usuários que o têm deverão ter de comprar o serviço premium, enquanto que outros que queiram ter poderão adquirir através da assinatura.

O selo de verificação era utilizado pela rede social para autenticar perfis que tinham grandes chances de sofrerem com falsificação, como de políticos, jornalistas, agências de notícias, pessoas públicas, ativistas e celebridades. O serviço nunca foi pago, uma vez que era visto como necessário para qualificar o debate público.

Elon Musk deu a sua equipe até o dia 8 de novembro para implementar a maioria das mudanças propostas, o que levou alguns funcionários a dormir nos escritórios para conseguir realizar o serviço a tempo. Pode-se esperar, então, que em breve o botão de editar um tuíte apareça para usuários ao redor do mundo.