Twitter começa a experimentar filtro contra repostas maldosas

·1 minuto de leitura
O Twitter está experimentado dois novos recursos que poderiam dar aos usuários mais controle sobre o tom e a qualidade das respostas aos seus tweets (Reprodução / Twitter)
  • Rede social quer dar mais controle para os usuários e assim evitar respostas ofensivas

  • Filtro e limite ajudarão os usuários a controlar quem responde e o que posta

  • Twitter quer fazer que os usuários tenham uma experiência mais segura

O Twitter está experimentado dois novos recursos que poderiam dar aos usuários mais controle sobre o tom e a qualidade das respostas aos seus tweets. Conforme compartilhado pela designer do Twitter, Paula Barcante, o filtro ou limite esconderia de forma inteligente reações ofensivas ou prejudiciais ou evitaria que os reincidentes respondessem.

Leia também:

Com base nas imagens conceituais que Barcante compartilhou, o Twitter detectaria se você recebeu ou não respostas prejudiciais e, em seguida, solicitará que você ative o filtro ou limite. “Se você tiver filtrado, respostas potencialmente prejudiciais ao seu tweet não seriam mostradas a você ou a qualquer outra pessoa”, escreve a designer. Com o limite habilitado, contas com histórico de tweets ofensivos ou “repetitivos e não solicitados” seriam impedidos de responder.

O conceito do Twitter é bastante direto sobre se você tem ou não os filtros habilitados. No caso de tweets filtrados, eles ainda aparecem para a pessoa que está respondendo, com o texto adicionado que diz: “Esta resposta está visível apenas para você”. Para contas com Limite habilitado, o Twitter mostraria um aviso explicando que “Limite de resposta ativado” com um link para saber mais.

Ideia do Twitter é dar mais liberdade e proteção para os usuários

Barcante observa que o Twitter também está considerando permitir que os usuários revisem os tweets que forem pegos na rede de qualquer um dos recursos se o usuário discordar da decisão automatizada do Twitter e quiser corrigi-la.

É fácil imaginar que a ativação dessas configurações poderia essencialmente prevenir o abuso racista que usuários proeminentes podem experimentar na plataforma. O Twitter também buscou outras maneiras de proteger a experiência dos usuários, como adicionar a capacidade de ocultar tweets antigos ou selecionar quem verá o post antes de enviá-lo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos