Twitter diz que mudança em sistemas internos causaram interrupção na plataforma

Twitter diz que mudança em sistemas internos causaram interrupção na plataforma
Twitter diz que mudança em sistemas internos causaram interrupção na plataforma
  • O Twitter confirmou que alguns usuários estavam tendo problemas para acessar a plataforma;

  • Os problemas começaram por volta das 14:45, atingindo o seu pico por volta das 16:00;

  • O Twitter comunicou às 16:07 que havia resolvido o problema.

O Twitter confirmou que uma “mudança de sistemas internos” foi a culpada por uma interrupção parcial registrada nesta terça-feira (9). Mais cedo, a rede social afirmou que alguns usuários estavam tendo problemas para acessar a plataforma e que estava trabalhando para corrigir o problema. Desde então, o Twitter reverteu a mudança nos sistemas internos.

Dados do serviço de monitoramento da Web do Downdetector indicaram que os problemas começaram por volta das 14:45. Às 16:00 a plataforma já registrava mais de 1.600 notificações de usuários com problemas ao acessar o Twitter.

Os registros informaram problemas na rede social tanto na versão web quanto na versão do aplicativo, com alguns usuários relatando que estavam sendo desconectados ou não conseguiam carregar seu feed inicial.

O Twitter comunicou às 16:07 que havia resolvido o problema.

“Nós consertamos! Fizemos uma mudança nos sistemas internos que não saiu conforme o planejado e a revertemos. O Twitter agora deve estar carregando conforme o esperado. Me desculpe por isso!” Informou a conta oficial do Twitter através de um tweet na plataforma.

Mais cedo a rede social havia confirmado que alguns usuários poderiam estar tendo problemas para acessar a plataforma.

“O Twitter pode não estar carregando para alguns de vocês, estamos trabalhando em uma correção para que voltem aos seus cronogramas o mais rápido possível.”

Twitter confirma vazamento de dados que pode ter afetado 5,4 milhões de perfis

O Twitter confirmou, na última sexta-feira (5), que uma falha em seu sistema expôs os dados de diversos usuários no ano passado. Apesar de não ter apontado o número exato de afetados, fontes extraoficiais estimam que informações de 5,4 milhões de perfis foram vazadas.

Segundo o texto, publicado no blog do Twitter dedicado à segurança e privacidade, a vulnerabilidade permitia que as pessoas inserissem números de telefone e contas de e-mail no login da rede social para saber se algum perfil estava vinculado a tais dados. Em caso positivo, era possível descobrir qual era a página e ligar para o dono, o que configura uma violação de privacidade.

"Levamos muito a sério nossa responsabilidade de proteger sua privacidade e é lamentável que isso tenha acontecido”, disse a empresa, ao esclarecer que os usuários não têm que tomar nenhuma ação em relação ao problema.