Twitter diz que vazamento de dados não foi produzido por falha em sistema

BENGALURU, Índia (Reuters) - O Twitter afirmou nesta quarta-feira que não há evidência de que dados recentemente vendidos online foram obtidos por meio da exploração de uma vulnerabilidade nos sistemas da companhia.

A empresa afirmou que dados de 5,4 milhões de contas foram comprometidos por um bug descoberto no início do ano passado e que havia já passado por correção.

Outros 600 milhões de dados de usuários "não puderam ser correlacionados com o incidente anterior ou com qualquer outro novo incidente", afirmou a empresa em comunicado.

"Não há evidência de que os dados que estão sendo vendidos online tenham sido obtidos pela exploração de vulnerabilidade nos sistemas do Twitter. Os dados provavelmente são uma coleção de informações que já estavam publicamente disponíveis por meio de fontes distintas", acrescentou a companhia.

Em dezembro, informações da mídia citaram que mais de 400 milhões de emails e números de telefones associados aos usuários do Twitter foram vazados e que os dados tinham sido expostos pela mesma vulnerabilidade descoberta em janeiro do ano passado.