Twitter está perdendo seus usuários mais ativos; entenda

Twitter está perdendo os usuários que mais importam, aqueles que movimentam a rede social (STRF/STAR MAX/IPx 2020)
Twitter está perdendo os usuários que mais importam, aqueles que movimentam a rede social (STRF/STAR MAX/IPx 2020)
  • Os 'usuários de peso' são responsáveis por 90% de todo conteúdo da plataforma;

  • Relatório do Twitter apontou que plataforma está perdendo seus usuários para redes rivais;

  • Perda de usuários tradicionais da rede é evidenciada pela alteração nos tópicos mais falados.

Um relatório interno do Twitter revelou que a plataforma está perdendo seus usuários mais ativos, chamados de "twitters de peso" pela plataforma. Eles representam menos de 10% dos usuários mensais, mas geral 90% de todos tweets e metade da receita global da plataforma.

Segundo o documento internado, intitulado "Para onde foram os tweeters?", os tweeters pesados estão em "declínio absoluto" desde o início da pandemia. Essa categoria de usuária é definida como alguém que acessa o Twitter seis ou sete vezes por semana e twitta cerca de três a quatro vezes por semana.

Na esfera de língua inglesa da plataforma, uma mudança nos tópicos mais comentados também representa uma ameaça para a receita da empresa. Tópicos que tornaram o Twitter um site popular para os seus milhões de usuários e que ajudaram a construir a imagem de "praça digital" do mundo estão sumindo, dando lugar para conteúdo de criptomoedas e "NSFW" (Não Seguro Para o Trabalho), que inclui nudez e pornografia.

Esses temas clássicos, como notícias, esportes e entretenimento também são os mais atraentes para anunciantes, de onde o Twitter tira sua receita. A plataforma obteve mais receita publicitária apenas nos Estados Unidos do que todos os outros mercados combinados em seu quarto trimestre, apontou um relatório de ganhos para investidores.

O Twitter também está perdendo uma porcentagem “devastadora” de usuários pesados ​​que se interessam por moda ou celebridades. De acordo com o relatório, esses usuários provavelmente estão se mudando para plataformas rivais, como o Instagram e o TikTok.

O estudo também expressou surpresa com o declínio no interesse por personalidades de e-sports e streaming online, que anteriormente cresciam rapidamente no Twitter. “As grandes comunidades estão agora em declínio”, disse o relatório.

“Parece que há uma discrepância significativa entre o que eu imagino serem os valores da nossa empresa e nossos padrões de crescimento”, escreveu um pesquisador do Twitter.