Twitter não permitirá acesso de assinantes Blue a artigos sem anúncios, diz WSJ

(Reuters) - O Twitter, comprado na semana passada por Elon Musk, não permitirá mais que assinantes de seu serviço Blue acessem artigos sem anúncios, informou o Wall Street Journal nesta terça-feira, citando fontes familiarizadas com o assunto.

O Twitter Blue foi lançado em junho de 2021 como o primeiro serviço de assinatura da plataforma que oferece acesso exclusivo a recursos premium, incluindo a opção de editar tuítes.

O serviço permitia que os assinantes lessem artigos sem paywall. A plataforma de mídia social também disponibilizou um botão de edição para assinantes pagos nos EUA no mês passado.

O Twitter está planejando mais mudanças em seu plano de assinatura Blue, que custa 4,99 dólares por mês, incluindo tornar a verificação do usuário como parte do serviço pago, de acordo com relatos da mídia.

Nesta terça-feira, Musk, em resposta ao autor Stephen King, perguntou se 8 dólares era uma quantia que ele pagaria para ser um usuário verificado, acrescentando que cobrar uma taxa era a única maneira de "derrotar os bots e trolls".

O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

(Por Akash Sriram)