Twitter põe alerta de conteúdo incorreto em publicação de Trump sobre voto por correio

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Twitter sinalizou como conteúdo incorreto e contestável uma publicação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em que ele, sem apresentar evidências, voltou a questionar a legitimidade do voto por correio nesta segunda-feira (26). "Grandes problemas e discrepâncias com as cédulas de voto por correio em todos os EUA", escreveu o presidente, que já se opôs a essa modalidade de participação no pleito em diversas outras ocasiões. Segundo o presidente, o voto por correspondência pode gerar fraudes nos resultados, embora as autoridades eleitorais do país não tenham constatado nenhum indício de irregularidade. O próprio Trump votou pelo correio nas eleições primárias de seu partido em março. "Alguns ou todos os conteúdos compartilhados nesse tweet são contestáveis e podem ter informações incorretas sobre como participar de uma eleição ou de outro processo cívico", diz o alerta colocado pelo Twitter na publicação, acompanhado de um link que leva a conteúdos checados e confiáveis sobre a eleição nos EUA. Essa não é a primeira vez que publicações de Trump ou de sua campanha recebem alertas de desinformação. Usuário assíduo da plataforma, o líder republicano vem travando batalhas contra os gigantes da internet que, segundo ele, tentam "silenciar totalmente as vozes conservadoras".