Twitter processa Elon Musk por supostamente violar acordo de aquisição

WILMINGTON, EUA (Reuters) - O Twitter processou Elon Musk nesta terça-feira por violação do acordo de 44 bilhões de dólares para compra da rede social, e pediu a um tribunal de Delaware que ordene a conclusão do negócio pelo bilionário, segundo um documento judicial.

"Tendo montado um espetáculo público para colocar o Twitter em cena, e assinado um acordo de fusão favorável ao vendedor, Musk aparentemente acredita que ele - ao contrário das outras partes sujeitas à lei contratual de Delaware - é livre para mudar de ideia, zombar da empresa, prejudicar suas operações, destruir valor aos acionista e ir embora", diz o processo.

Na sexta-feira, Musk anunciou a rescisão do acordo alegando que o Twitter violou seus termos ao não responder a pedidos de informações sobre contas falsas ou spam na rede social, o que é fundamental para o desempenho dos negócios da empresa.

(Por Tom Hals)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos