Twitter tem perda milionária no segundo trimestre, em meio à batalha com Musk

O Twitter registrou prejuízo e teve queda de receita no segundo trimestre deste ano, a primeira desde meados de 2020. A rede social, que trava uma batalha judicial com o empresário Elon Musk, apontou as incertezas sobre sua aquisição pelo bilionário como um dos fatores que puxaram o resultado para baixo.

Entenda: Por que as contas fake são a principal preocupação do Musk no Twitter?

Entre maio e junho, a receita foi de R$ 1,18 bilhão, frente a US$ 1,19 bilhão em igual período de 2021. A queda foi de apenas 1%, mas o resultado nas vendas veio abaixo do esperado pelo mercado, que esperava faturamento de US$ 1,32 bilhão.

As ações do Twitter, negociadas em Nasdaq, caíam 2,02% no pré-mercado de Nova York, negociadas em US$ 39,52.

Segundo a companhia, "os rumos da indústria de publicidade associados ao ambiente macroeconômico e a incerteza sobre a compra pendente pelo Twitter", estão entre os fatores que levaram ao resultado decepcionante.

Além da queda da receita, a empresa registrou perda de US$ 270 milhões no , ante lucro de US$ 65,6 milhões em igual período do ano passado.

O microblog ganhou mais 8,8 milhões de novos usuários, em linha com as expectativas.

O destino do Twitter está no limbo. Até duas semanas atrás, a empresa tratava como certa sua compra por Musk por US$ 44 bilhões, anunciada em abril. A divulgação de resultados de hoje seria mais uma formalidade diante dos investidores, diante da expectativa do fechamento do negócio.

Mas o empresário tentou "pular fora do acordo" no último 8 de julho, alegando que a rede social não conseguia informar o número de contas falsas. O Twitter reiterou nesta sexta-feira que os perfis fake são menos de 5% do total, algo que já havia sido informado mas que Musk questionou diversas vezes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos