Twitter vai liberar edição de tuítes para assinantes pagos

Twitter

Por Sheila Dang

(Reuters) - O Twitter lançará uma função de edição de tuítes amplamente solicitada nas próximas semanas, mas apenas para seus assinantes pagos, disse a empresa nesta quinta-feira.

Questionada se o botão de edição estaria disponível para todos os usuários do Twitter, uma porta-voz da rede social disse que empresa estava testando o recurso para "antecipar o que pode acontecer se o levarmos a todos".

Durante anos, os usuários do Twitter pediram pela possibilidade de edição de tuítes para fins como correção de erros de digitação.

Assinantes que pagam 4,99 dólares por mês pelo Twitter Blue em breve poderão editar seus tuítes "algumas vezes" dentro de 30 minutos após a publicação, disse a plataforma de mídia social.

Quase todas as outras redes sociais, incluindo Facebook e Instagram, ambas da Meta Platform, bem como o Reddit e o Pinterest, oferecem há anos recursos que permitem aos usuários editar postagens.

O Twitter está envolvido em uma disputa legal com o bilionário Elon Musk, que tenta sair de um acordo de 44 bilhões de dólares para compra da empresa norte-americana.

A empresa e estudiosos debateram se a permissão de edição de tuítes pode levar a efeitos nocivos, como a disseminação de desinformação.

Os tuítes editados terão um ícone e um carimbo de data/hora que exibirá quando a postagem foi editada pela última vez. Os usuários poderão visualizar o histórico de edições e as versões anteriores da postagem.

Os assinantes do Twitter Blue, programa de assinatura pago da empresa, atualmente têm acesso a um recurso que retém tuítes por até um minuto, permitindo que os usuários revisem e "desfaçam" a postagem antes que seja publicada.

(Por Sheila Dang)