Type 003 Fujian | Conheça o maior e mais novo porta-aviões da China

A China inaugurou o porta-aviões Type 003 Fujian, o maior da sua Marinha e primeiro modelo a ser totalmente desenvolvido no país. A embarcação tem porte semelhante aos modelos Ford e Nimitz, ambos dos Estados Unidos, e conta com várias inovações tecnológicas.

Por ser um lançamento da Marinha chinesa, as informações são um tanto escassas, mas, ao que tudo indica, trata-se de um porta-aviões de mais de 317 metros de comprimento, apenas 16m a menos do que o já mencionado Ford, o maior dos EUA.

O grande diferencial do Type 003 Fujian está em seu sistema de catapultas. Em vez de presilhas fixas, é utilizado um sistema que ajuda os caças a decolarem por meio de energia magnética. Além de lançá-los com mais eficiência, a embarcação chinesa também pode abrigar diferentes tipos de aviões e helicópteros, com capacidade estimada em 70 unidades.

Alguns caças já estão operando no Type 003 Fujian (Imagens: China Military)
Alguns caças já estão operando no Type 003 Fujian (Imagens: China Military)

O governo chinês não deu detalhes dos exercícios que serão feitos com o Type 003 Fujian e nem o quanto foi gasto em seu desenvolvimento, que durou sete anos. Entretanto, o porta-aviões é, de fato, o mais moderno do país e um dos melhores do mundo.

Como de praxe, a embarcação tem como combustível principal alguns reatores atômicos, ou seja, pouco poluente ao meio ambiente. Além disso, ele conta com geradores elétricos fornecidos pela gigante BYD, conhecida no Brasil pelos seus carros elétricos.

Os dois primeiros porta-aviões da China incluem um retrofit de um antigo modelo soviético, o Liaoning, comprado da Ucrânia em 1998, e o Shandong, que foi construído na China, mas baseado no modelo Liaoning e comissionado em 2019.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos