Ucrânia acusa Rússia de bombardeios na região de Kiev

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O chefe da administração militar regional de Kiev disse nesta quinta-feira (25) que uma região ao norte da capital da Ucrânia foi atingida por mísseis da Rússia durante a madrugada.

Segundo o jornal britânico The Guardian, Oleksii Kuleba publicou no Telegram que várias explosões foram ouvidas por volta das 3h (horário local) no distrito de Vichgorod, mas que, até o momento, não há relato de vítimas ou danos a edifícios residenciais.

Kuleba disse que dois ataques aéreos foram registrados e pediu que os moradores procurem abrigo imediatamente.

O bombardeio ocorre um dia após a Ucrânia celebrar 31 anos de independência do domínio soviético, data que coincidiu com os seis meses do início da guerra. Na noite de quarta (25), o presidente Volodimir Zelenski afirmou que uma estação de trem na região de Dnipropetrovsk (sudeste do país) havia sido atingida por mísseis russos. Nesta quinta, o número de mortos no ataque subiu para 25. De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, forças de Moscou atingiram um trem militar em Tchapline, embora Kiev afirme que todos os mortos são civis.