Ucrânia despede-se do ativista Roman Ratushny

Centenas de ucranianos reuniram-se, este sábado, no mosteiro central de Kiev para um último adeus ao ativista ucraniano Roman Ratushny, uma das figuras da revolução Maidan, que morreu na semana passada em combate contra a Rússia, perto de Izium, na região de Kharkiv.

Myroslava Barchuk, amiga de Roman Ratushny, realçou o exemplo do jovem ucraniano, que faleceu aos 24 anos.

"A matriz russa é perigosa e mortal para nós. E este é o legado de Roman, combatê-la".

Oleh Nikyforov, outro amigo do ativista, referiu que Roman representa a "geração futura da Ucrânia".

Roman Ratushny foi um dos primeiros estudantes a protestar, no final de 2013, na praça Maidan. Este local foi palco de enormes manifestações pró-europeias que levaram à queda do Presidente pró-russo, Viktor Yanukovych, no início de 2014.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos