Ucrânia diz que integridade territorial é condição-chave para retomar negociações com Rússia

Seecretário do Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia, Oleksiy Danilov, durante entrevista à Reuters em Kiev

KIEV (Reuters) - O secretário do Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia disse nesta terça-feira que a principal condição para a retomada das negociações com a Rússia é a restauração da integridade territorial ucraniana.

Oleksit Danilov, uma autoridade poderosa do país, disse que a Ucrânia precisa da "garantia" de uma defesa aérea moderna, de aviões, tanques e mísseis de longo alcance.

"Rússia, negociações. A principal condição para o presidente da Ucrânia é a restauração da integridade territorial ucraniana", disse Danilov no Twitter.

"Garantia --defesa aérea moderna, aviões, tanques e mísseis de longo alcance. Estratégia --medidas proativas. Mísseis russos têm de ser destruídos antes do lançamento no ar, na terra e no mar."

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy disse na segunda-feira que estava aberto a negociações com a Rússia, mas somente a negociações "genuínas" que restaurem as fronteiras da Ucrânia, garantam ao país compensação pelos ataques russos e punam os responsáveis por crimes de guerra.

Zelenskiy fez essas declarações depois de uma reportagem do Washington Post afirmar que os EUA queriam que Kiev sinalizasse sua disposição para negociar por causa de preocupações de que parecer muito intransigente poderia afetar o apoio internacional ao país.

(Reportagem de Max Hunder)