Ucrânia diz que pode ser provocada por “agressão” russa em área de conflito

·1 minuto de leitura

KIEV (Reuters) - O ministro da Defesa da Ucrânia afirmou neste sábado que seu país pode ser provocado pelo agravamento por parte da Rússia da situação na área de conflito em Donbass, no leste do país.

O ministro Andrij Taran afirmou que as acusações da Rússia de que cidadãos que falam russo estão tendo seus direitos violados pode ser o motivo para a retomada das agressões armadas contra a Ucrânia.

“Ao mesmo tempo, tem que ser frisado que a intensificação da agressão armada da Rússia contra Ucrânia é possível apenas se decisões políticas forem tomadas no mais alto escalão do Kremlin”, disse, em comunicado.

Kiev ligou o sinal de alerta por causa do aumento de forças russas na fronteira com a Ucrânia e pelo crescimento da violência na linha de contato que separa tropas ucranianas e de separatistas apoiados pela Rússia em Donbass.

As movimentações militares alimentaram as preocupações de que Moscou está se preparando para enviar tropas à Ucrânia. O Kremlin nega que suas tropas sejam uma ameaça, mas diz que permanecerão enquanto achar necessário.

Autoridade sênior do Kremlin, Dmitry Kozak afirmou semana passada que a Rússia seria forçada a defender seus cidadãos no leste da Ucrânia, dependendo da escala do conflito militar no local.

(Reportagem de Pavel Polityuk)