Ucrânia diz ter bombardeado plataformas usadas por militares russos no Mar Negro

O governo da Ucrânia anunciou nesta terça-feira (21) que realizou bombardeios ontem contra plataformas petrolíferas no Mar Negro, que estariam sendo utilizadas como instalações militares pelos russos para reforçar seu controle da região.

"Nessas instalações, a Rússia organizou pequenas guarnições, armazenou equipamentos de defesa aérea, incluindo radares. Ou seja, essas plataformas haviam se tornado instalações que ajudaram e estão ajudando os russos a fortalecer o controle total no noroeste do Mar Negro", sinalizou Serhiy Brachuk, porta-voz da região de Odessa.

Segundo Brachuk, citado pela agência de notícias Interfax-Ucrânia, também havia ferramentas de "reconhecimento" nas plataformas de extração de gás, situadas a 70 km de Odessa. Na segunda-feira ele havia alegado que as plataformas eram "alvos militares legais" para a Ucrânia, classificando-as como "pequenas guarnições" em um vídeo publicado no Telegram.

Segundo Sergei Aksionov, governador da Crimeia instalado por Moscou após a anexação em 2014, os bombardeios foram direcionados a três plataformas de perfuração da empresa Chernomorneftegaz, obrigando a retirada de 94 pessoas. Na noite de segunda-feira, a autoridade russa anunciou o desaparecimento de sete pessoas.

Esse é o primeiro ataque do qual se tem notícia contra uma infraestrutura de hidrocarbonetos em alto-mar na Crimeia desde o começo da ofensiva russa na Ucrânia em fevereiro.

bur-rbj/pc/mb/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos