Ucrânia nega ter recebido aviões de combate

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia após o porta-voz do Pentágono, John Kirby, dizer que a Ucrânia tinha "mais aviões agora do que há duas semanas", o comando da Força Aérea de Kiev negou ter recebido aeronaves de combate de países da Otan, a aliança militar ocidental.

Afirmou apenas ter recebido peças de reposição, presumivelmente para seus caças MiG-29, que países da Otan como a Polônia operam.

Ou a declaração de Kiev é verdadeira ou é uma cortina de fumaça para não melindrar os atacantes russos, que já disseram considerar o fornecimento de caças um passo além no já grande esquema de fornecimento de material bélico em apoio aos ucranianos pelo Ocidente na guerra. (Igor Gielow)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos