Ucrânia prepara-se para o inverno

Com uma estrutura energética deficiente e permanentemente ameaçada pela guerra, a chegada do inverno é o grande desafio para quem está na Ucrânia. Enquanto o país enfrenta cortes de energia frequentes e um ataque constante dos russos a instalações energéticos, a Cruz Vermelha e as autoridades locais montam abrigos aquecidos.

Para discutir a situação, a Euronews convidou Oleksandra Azarkhina, vice-ministra das infraestruturas:

"Estamos a preparar estas instalações para que sejam mais reslientes contra qualquer tipo de ataque. Há a possibilidade de organizar uma chamada defesa passiva, mas isso nunca é suficiente. Se a Rússia tem novas capacidades, novas armas, como drones fornecidos pelo Irão, isso coloca-nos mais problemas. A única solução que temos é descentralizar todos os processos e fazer todo o possível por apoiar as cidades e a infraestrutura crítica. Sinceramente, a maioria dos ucranianos está à procura de soluções para ser mais independente e mais eficiente em termos energéticos, nas suas casas", disse a governante.

A única solução que temos é descentralizar todos os processos e fazer todo o possível por apoiar as cidades e a infraestrutura crítica.

Azarkhina tem esperanças de que o país consiga restaurar todas as capacidades perdidas e pede apoio aos parceiros. O governo está à procura de soluções para medidas contra a crise energética, e nisto está muito dependente do voluntariado e das empresas.