Ucrânia tornou-se "Estado terrorista", diz presidente do Parlamento russo

Presidente da Duma, Vyacheslav Volodin, durante desfile militar do Dia da Vitória em Moscou

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Câmara Baixa do Parlamento da Rússia disse aos membros em uma sessão plenária nesta terça-feira que a Ucrânia se tornou um "Estado terrorista", de acordo com as declarações publicadas no site da Duma.

De acordo com o relato, Vyacheslav Volodin disse que o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, é o chefe de um "regime criminoso".

Desde o início da "operação militar especial" de Moscou na Ucrânia, as autoridades russas procuraram pintar seu vizinho como sendo controlado por fascistas anti-russos e "neonazistas", mas não promoveram a ideia de que se tratava de um Estado terrorista.

A Ucrânia e o Ocidente dizem que essa alegção é propaganda sem fundamento, usada para justificar uma tomada de território.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos