Ucrânia vence a Suécia (2-1) na prorrogação e pega Inglaterra nas quartas da Eurocopa

·3 minuto de leitura

A Ucrânia se classificou para as quartas-de-final da Eurocopa ao vencer a Suécia por 2 a 1 nesta terça-feira em Glasgow, graças a uma cabeçada de Artem Dovbyk no final da prorrogação (120 + 1).

No tempo regulamentar, Oleksandr Zinchenko abriu o placar aos 27 minutos e o sueco Emil Forsberg diminuiu pouco antes do intervalo (43).

Dovbyk, que entrou em campo durante o jogo, marcou o gol da vitória em Hampden Park no momento em que os ucranianos tinham um jogador a mais após a expulsão de Marcus Danielson (99) devido a uma entrada dura.

Nas quartas de final, no sábado em Roma, os ucranianos vão enfrentar a Inglaterra, que mais cedo eliminou a Alemanha (2-0) em Wembley.

O gol de Dovbyk, que havia entrado 15 minutos antes, após um cruzamento da esquerda de Zinchenko colocou a Ucrânia nas quartas de final, sua melhor classificação em uma Euro.

Os ucranianos já haviam disputado uma partida nas quartas de final, mas foi na Copa do Mundo de 2006, quando o técnico de hoje, Andrey Shevchenko, tinha a missão de marcar gols.

A classificação já é um sucesso para a equipe do Leste Europeu e pode se tornar uma façanha se conseguir eliminar a Inglaterra.

O último jogo das oitavas de final da Eurocopa não ficará na história pela sua beleza e se mostrou até monótono em alguns momentos se comparado com os épicos 5 a 3 da Espanha sobre a Croácia, e 3 a 3 entre França e Suíça com vitória suíça nos pênaltis (5-4).

"Sabíamos como a nossa equipe devia jogar desde os primeiros minutos. Sabíamos quem podia nos reforçar (durante o jogo). O plano que desenvolvemos funcionou bem", comemorou Shevchenko.

A Suécia, que chegou ao duelo como líder do grupo após ceder a posse de bola a seus adversários anteriores (a Polônia), optou pela mesma ideia contra a Ucrânia que até o momento fez uma campanha discreta nesta Eurocopa.

- Expulsão decisiva -

Assim, nos primeiros 25 minutos, as duas equipes fizeram questão de deixar o protagonismo ao rival.

Mas tudo começou a acelerar com uma boa jogada ucraniana, em que a bola passou pelos pés de Taras Stepanenko e do talentoso Andriy Yarmolenko, que encontrou Zinchenko. O jogador do Manchester City finalizou com uma bomba de pé esquerdo e colocou a Ucrânia na frente.

A vantagem não durou muito para os jogadores de Shevchenko. Pouco antes do intervalo, Emil Forsberg marcou seu quarto gol no torneio com um chute indefensável para o goleiro Georgiy Bushchan.

Mas nem mesmo os chutes na trave - dois para a Suécia (Forsberg) e um para a Ucrânia (Serhiy Sydorchuk) - quebraram a tônica.

Na verdade, pouco aconteceu até o fim do tempo regulamentar e mesmo depois, com a expulsão de Danielsson por uma entrada violenta em Besyedin. A Ucrânia teve 20 minutos com superioridade numérica para evitar o destino nos pênaltis. O suspense durou até os últimos instantes até que Artem Dovbyk garantiu a classificação dramática.

A Ucrânia, com apenas uma vitória na fase de grupos, onde ficou em terceiro lugar, já está entre os oito melhores da Europa.

--- Programação das quartas de final da Eurocopa:

Sexta-feira, 2 de julho:

13h00 Suíça - Espanha, em São Petersburgo

16h00 Bélgica - Itália, em Munique

Sábado, 3 de julho:

13h00 Dinamarca - República Tcheca, em Baku

16h00 Ucrânia - Inglaterra, em Roma

kca-av/bpa/iga/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos