Ucrânia: 'família está em choque', diz pai de brasileiro que morreu na guerra

Douglas Rodrigues Búrigo, 40 anos, morador de São José dos Ausentes, teria morrido na Guerra na Ucrânia
Douglas Rodrigues Búrigo, 40 anos, morador de São José dos Ausentes, teria morrido na Guerra na Ucrânia. (Foto: Reprodução/Instagram)

A família de Douglas Rodrigues Búrigo, 40 anos, morador de São José dos Ausentes, na Serra do Rio Grande do Sul, afirma que recebeu, na manhã deste sábado (2), a notícia de que o brasileiro morreu na Guerra na Ucrânia. Segundo Pedro Elson Vieira Búrigo, pai de Douglas, um oficial ligou contando que o filho foi vítima de um bombardeio na região de Kharkiv.

Em entrevista ao G1, Pedro disse que o oficial pediu para que ele ligasse para o Itamaraty para buscar informações de como proceder.

De acordo com o deputado estadual Carlos Búrigo (MDB), primo de Douglas, a Embaixada do Brasil na Ucrânia confirmou o falecimento. Entretanto, os familiares ainda aguardam receber os documentos e dados oficiais do país europeu para então enviar ao Itamaraty.

O pai de Douglas disse que está muito abalado com a confirmação da morte do filho. Ele contou que o filho saiu de São José dos Ausentes no dia 22 de maio com destino a São Paulo, de onde embarcou para a Polônia. O voo fez uma parada em Dubai, onde Douglas desembarcou e pegou um trem para a Ucrânia.

Pedro declarou que trocava mensagens diariamente com o filho e que a última conversa se deu no dia 28 de junho. Douglas avisava, na oportunidade, que iria para a linha de frente de uma batalha e que ficaria sem sinal de telefone. De acordo com o pai, Douglas foi à Ucrânia para ajudar a população civil e não para participar da guerrilha.

Douglas havia servido o Exército brasileiro durante quatro anos. Antes de partir para o país europeu, trabalhava com o pai com transportes de carga. Ele deixou uma filha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos