Trump visita hospital e entrega medalha a soldado ferido no Afeganistão

Washington, 22 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou neste sábado um hospital do estado de Maryland para entregar uma importante condecoração militar a um soldado ferido no Afeganistão em março e que perdeu parte da perna direita.

Acompanhado pela primeira dama, Melania Trump, ele deu ao sargento Alvaro Barrientos a Purple Heart, um distintivo que serve para reconhecer militares que ficaram feridos ou morreram em serviço.

"Quando soube sobre isto, queria fazer eu mesmo. Parabéns da parte da Melania, da minha e da nação inteira", disse Trump, que cumprimentou a esposa do militar com um beijo no rosto e, em seguida, colocou a medalha na lapela da roupa.

A rápida cerimônia terminou com Trump dando tapinhas nas costas do soldado e com um aplauso.

Esta é a primeira vez que Trump visita o Hospital Militar Walter Reed, que fica a 15 km da Casa Branca e é frequentemente visitado por presidentes americanos, mas geralmente sem a cobertura da imprensa. Enquanto esteve no local, ele se reuniu durante uma hora e meia com outros militares que estão recebendo tratamento.

Apesar de ter evitado ir à Guerra do Vietnã por um diagnóstico de joanete, durante a campanha eleitoral o magnata realizou diferentes atos em solidariedade aos veteranos de guerra e arrecadou dinheiro para financiar iniciativas para as principais necessidades dos ex-combatentes. Trump ganhou grande apoio do grupo nas urnas e desde que assumiu tem se esforçado para agradá-lo. EFE