UE prepara nova ajuda de € 500 milhões para refugiados na Turquia

Campo de refugiados internos sírios no vilarejo de Deir Hassan, fronteira com a Turquia

A Comissão Europeia prepara uma ajuda extra de 500 milhões de euros para os refugiados sírios na Turquia e várias outras medidas para apaziguar as tensões com Ancara - disse uma fonte europeia à AFP nesta quinta-feira (5).

O financiamento de 500 milhões de euros será um complemento aos 6 bilhões de euros previstos no âmbito do acordo firmado em 2016 entre União Europeia (UE) e Turquia para financiar os programas das ONGs que ajudam 3,7 milhões de refugiados sírios na Turquia.

O Executivo comunitário de Ursula von der Leyen também propõe facilitar a emissão de vistos para cidadãos turcos.

Ontem, o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, anunciou o desbloqueio de uma ajuda de emergência de 170 milhões de euros "para os mais vulneráveis na Síria", durante uma visita a Ancara.

Este montante não faz parte da nova ajuda de 500 milhões de euros.

Dos 6 bilhões de euros anunciados em 2016, a Comissão Europeia já havia comprometido 4,7 bilhões e desembolsado 3,2 bilhões.

Estas medidas buscam desativar a tensão com Ancara, depois de sua decisão de abrir suas fronteiras para migrantes e refugiados em seu território, permitindo que se desloquem para o limite com a Grécia, país-membro da UE.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condicionou a solução para a crise migratória a um apoio europeu a sua ofensiva na Síria. Os europeus criticaram fortemente a "chantagem" de Ancara.