Uefa convida Eriksen e médicos que o salvaram para final da Euro 2020

·1 minuto de leitura
Denmark's midfielder Christian Eriksen (C) and his teammates take part in the MD-1 training session at the Parken Stadium in Copenhagen on June 11, 2021 on the eve of their UEFA EURO 2020 match against Finland. (Photo by Jonathan NACKSTRAND / AFP) (Photo by JONATHAN NACKSTRAND/AFP via Getty Images)
Eriksen no aquecimento antes da primeira partida da Dinamarca na Euro (JONATHAN NACKSTRAND/AFP via Getty Images)

  COPENHAGUE (Reuters) - Entidade que comanda o futebol europeu, a Uefa convidou Christian Eriksen, da seleção da Dinamarca, e os paramédicos que ajudaram a salvar sua vida quando ele teve uma parada cardíaca em campo a assistirem a final da Euro 2020 em Wembley no domingo. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

  O meio-campista foi ressuscitado diante dos torcedores chocados e de audiências de televisão de todo o mundo durante a primeira partida de sua seleção no torneio. 

Leia também:

  A Uefa disse que Eriksen, sua parceira e seis médicos foram convidados para o jogo decisivo, mas não há confirmação de que ele comparecerá. 

  Um dos paramédicos, Peder Ersgaard, disse estar honrado de receber um convite VIP do chefe da Uefa, Aleksander Ceferin. 

  "Estou empolgado, como uma criança na véspera de Natal", disse ele à revista Fagbladet FOA. 

  "Estou muito orgulhoso dos meus esforços, mas também da equipe inteira. Não foi o esforço de um homem só." 

  Eriksen, de 29 anos, desmaiou no Estádio Parken no primeiro tempo da partida contra a Finlândia. Ele recebeu ressuscitação cardiopulmonar e seu coração foi reativado com um desfibrilador enquanto os jogadores cercavam os médicos. 

  Agora ele está se recuperando em casa. Não foi possível contatar seu agente por telefone. 

  Inicialmente traumatizada, mas depois inspirada pela emoção com o drama de Eriksen, a Dinamarca desbravou o caminho até as semifinais e enfrenta a Inglaterra na quarta-feira em busca de uma vaga na final. 

  A Itália encara a Espanha na outra semifinal nesta terça-feira. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos