​UEFA organiza calendário e espera concluir temporada no dia 30 de junho

Antonio Mota Filho


Na última terça-feira (24), executivos do futebol europeu se reuniram por meio de uma teleconferência e concordaram que a temporada 2019/2020 deve acabar no dia 30 de junho. O plano dos dirigentes é retornar com o calendário assim que for seguro para todos.


Sem a Eurocopa, Copa América, Olímpiadas e outras grandes competições de seleções, a UEFA tem o caminho livre para superlotar a programação dos times e fazer com que a próxima temporada comece na data prevista. O foco é manter o cronograma o mais regular possível.

Liverpool FC v Atletico Madrid - UEFA Champions League Round of 16: Second Leg

Com base em informações do jornal Sky Sports, da Inglaterra, o principal objetivo é adaptar o calendário existente, colocando mais partidas nacionais no meio de semana e internacionais (Champions League e Europa League) nos fins de semana.


Deste modo, o cronograma das equipes europeias vai ficar mais inflado, principalmente para Paris Saint-Germain e Atlético de Madrid, por exemplo, que estão confirmados nas quartas de final da Champions League. Entretanto, a aglomeração de partidas viabiliza que a temporada acabe no dia 30 de junho e que a próxima comece ‘regular’.

FBL-EUR-C1-LIVERPOOL-ATLETICO

Em reunião, cada representante de liga apresentou uma proposta com base na situação da pandemia de coronavírus em seu país. O cenário é diferente em cada nação, tendo a Itália e a Espanha como maiores afetados. Assim, os clubes desses países devem tomar medidas diferentes, mas visando o termino na data pré-estabelecida.



A notícia de eventual retorno do futebol anima os fãs do esporte, mas ainda é preciso ter calma e estudar bastante o contexto global. A UEFA, agremiações, ligas e jogadores têm conversado e buscado o melhor para todos os amantes do futebol e sociedade em geral.


FBL-EURO-2020-UEFA-ITA-HEALTH-VIRUS-POSTPONEMENT

Atualmente, a UEFA se dividiu em dois grupos de trabalho: um para falar sobre a retomada do futebol e outro para discutir os impactos do vírus. As equipes têm se reunido virtualmente. Contudo, para que tudo volte ao normal, é preciso que todos sigam as recomendações e fiquem em casa.