Uefa sugere mudança na regra do impedimento após gol polêmico de Mbappé na final da Nations League

·1 min de leitura

O título da França sobre a Espanha na Nations League, ocorrido no último domingo, segue rendendo assunto. Mais precisamente, o gol da vitória das Les Bleus, marcado por Kylian Mbappé, que gerou muita polêmica. Representantes da Uefa afirmaram que pretendem sugerir uma mudança na regra do impedimento para que lances semelhantes não ocorram.

Na decisão em Milão, Mbappé recebeu passe de Theo Hernández, mas estava, aparentemente, impedimento. No entanto, o zagueiro espanhol Eric García tentou cortar a jogada, mas a bola sobrou para o camisa 10 francês. De acordo com a regra atual, a tentativa de corte do defensor coloca o atacante em condições de jogo. O VAR confirmou o lance.

Leia também:

- Anthony Taylor (árbitro da partida) tomou a decisão correta com base na lei existente e na sua interpretação oficial, uma vez que o jogador (Eric García) interveio deliberadamente para jogar a bola e o adversário (Mbappé) não interferiu no jogo - disse Roberto Rossetti, diretor de arbitragem da Uefa, que completou:

- Este caso, porém, mostra que a interpretação atual da lei parece estar em conflito com o espírito da própria lei, que é impedir qualquer jogador de tirar vantagem do seu impedimento. Por isso, a posição da Uefa é que existem formas de melhorar o texto para o adaptar ao objetivo da lei do Impedimento e ao espírito do jogo - completou.

A direção de arbitragem da Uefa entrou em contato com a Fifa e a International Board (IFAB), entidade responsável pelas regras do futebol. A ideia é discutir possíveis mudanças e soluções para casos deste tipo. Um encontro entre as partes está marcado para o dia 27 de outubro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos