UFC 283: Lenda do MMA, Maurício Shogun se despede do octógono com derrota para Potieria

Uma carreira de titulos, nocautes e vitórias chegou ao fim. A lenda Maurício Shogun Rua se despediu dos octógonos oficialmente neste sábado, no UFC 283, realizado na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. Diante do ucraniano Ihor Potieria, o brasileiro acabou derrotado por nocaute técnico no primeiro round. Mas isso não diminuiu os aplausos do público brasileiro.

— Desculpa. Eu queria encerrar a minha carreira com uma vitória para vocês. Dei meu máximo, dei meu melhor. Estava aqui hoje cansado, luto há 21 anos. No UFC há 16 anos. Obrigado ao UFC por tudo. Obrigado aos meus fã no mundo inteiro. Vocês sempre foram meu maior combustível — lamentou Shogun.

O futuro de Shogun longe do UFC ainda é uma incógnita. Os rumos são de que o curitibano de 41 anos estaria migrando para boxe, algo que ele tratou de desmentiu na última coletiva de imprensa antes do UFC Rio.

Shogun se despede após mais de 20 anos de carreira como lutador profissional, começando ainda no Vale-Tudo e acompanhando a evolução da modalidade até o MMA. Entre os momentos mais marcantes, estão o títulos mundiais em 2005, no Pride, após vitória contra Ricardo Arona, e em 2010, no UFC, ao vencer Lyoto Machida.

Adversário de Mauricio Shogun, o ucraniano Ihor Potieria tem 26 anos e agora um cartel de 19 vitórias e três derrotas no MMA.

Como foi a luta

Empurrado pelo público, Shogun começou a luta dominando o centro do octógono e acertando um belo cruzado. Porém, um escorregão ao tentar aplicar um golpe o levou ao chance e quase criou maiores problemas. Isso vez a luta virar. Potieria conseguiu conectar bons golpes e levou o brasileiro ao chão mais uma vez. Sem reação, a luta foi encerrada por nocaute técnico.