UFMG tem 76 vagas de graduação para refugiados e apátridas

·1 min de leitura

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está com edital aberto exclusivamente para refugiados, apátridas e portadores de visto temporário ou autorização de residência com fins humanitários no Brasil. São 76 vagas nos cursos de graduação da instituição.

As inscrições começaram em dezembro e seguem até 17 de janeiro. A seleção tem como alvo estrangeiros em situação de vulnerabilidade, bem como cônjuge, os ascendentes e descendentes, assim como os demais membros do grupo familiar que dependem economicamente do refugiado.

Para se candidatar, porém, é necessário que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pelo menos uma vez entre os anos de 2017 e 2021. É preciso ainda comprovar grau de escolaridade equivalente ao ensino médio.

Os interessados podem se inscrever para qualquer um dos cursos de graduação da UFMG, por meio da página da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve).

O resultado da seleção tem divulgação prevista para 25 de fevereiro, após recursos. “Os aprovados terão os mesmos deveres e direitos (incluindo a assistência estudantil) de todos os alunos da UFMG”, informou a universidade por meio de nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos