Diretor da NSA: governo Obama não pediu que Reino Unido espionasse Trump

Washington, 20 mar (EFE).- O diretor da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos, Michael Rogers, negou nesta segunda-feira que o governo do ex-presidente Barack Obama tenha pedido à inteligência britânica que realizasse qualquer tipo escuta sobre o atual presidente, Donald Trump, durante a campanha eleitoral de 2016.

"Nunca vi na NSA alguém envolvido em uma atividade assim", disse Rogers ao ser perguntado sobre o assunto na primeira audiência pública realizada no Congresso sobre a possível interferência russa nas eleições presidenciais americanas de novembro do passado. EFE