Ultrapar corta projeções para 2021, lucro do 3º tri cresce

·2 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Ultrapar anunciou nesta quarta-feira que reduziu a projeção de resultado operacional em 2021, citando margens mais pressionadas em sua rede de postos de combustíveis Ipiranga.

A projeção para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em 2021 passou de 3,8 bilhões a 4,65 bilhões de reais para 3,75 bilhões a 4,13 bilhões de reais.

E a expectativa de Ebitda da Ipiranga passou de 2,1 bilhões a 2,5 bilhões de reais para 1,8 bilhão a 2 bilhões de reais.

"Na Ipiranga, a projeção foi reduzida em função principalmente de margens mais pressionadas, decorrentes de posições tomadas e repasses de aumentos de custos, e do menor volume (de vendas) em relação às projeções originais", afirmou a Ultrapar em fato relevante ao mercado.

A companhia divulgou ainda que teve lucro líquido de 374,3 milhões de reais de julho a setembro, acima dos 277,3 milhões registrados um ano antes. Analistas, em média, esperavam lucro líquido de 198 milhões de reais para o trimestre, segundo dados da Refinitiv.

O Ebitda do grupo no período foi de 908,4 milhões de reais, abaixo dos 922 milhões de um ano antes. A expectativa média do mercado indicava para um resultado operacional de 968 milhões, de acordo com a Refinitiv.

No trimestre, a Ipiranga vendeu 5,85 milhões de metros cúbicos, alta de 6% sobre um ano antes e de 5% sobre o segundo trimestre de 2021. No ciclo otto, houve crescimento de 8% no volume vendido na comparação anual.

Mas o custo dos produtos vendidos pela Ipiranga no trimestre subiu 62% na relação anual, causado segundo a Ultrapar pelo "aumento nos custos praticados pela Petrobras, devido ao aumento dos preços internacionais de diesel e gasolina, e nos custos de etanol, além de maior volume de vendas". A receita líquida no segmento cresceu 59%.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos