A um dia do final do prazo, TSE registra número recorde de atendimentos sobre título de eleitor

BRASÍLIA — A um dia do encerramento do prazo para a regularização do cadastro eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) bateu recorde no número de atendimentos, segundo dados obtidos pelo GLOBO. A regularização dos cadastros eleitorais contempla desde a mudança de domicílio eleitoral à emissão de novos títulos, e tem como prazo a data de 4 maio como cumprimento à lei eleitoral.

De acordo com os dados, até esta terça-feira foram mais de 7.209.913 atendimentos. Em 2018, o número de atualizações envolvendo o título de eleitor registrado pelo TSE foi de 5.401.285. A procura pelos serviços acontece em meio a uma intensa campanha lançada pela Justiça Eleitoral para a mobilização de jovens eleitores -- aqueles que têm menos de 18 anos -- e da regularização do domicílio eleitoral.

Os números do TSE mostram ainda que em 2014, também ano de eleição presidencial, foram contabilizados 3.035.019 atendimentos para registro de cadastro.

O cadastro eleitoral compreende serviços como emissão da primeira via do título (alistamento), mudança de município (transferência), alteração de dados pessoais, mudança do local de votação por justificada necessidade de facilitação de mobilidade e revisão para a regularização de inscrição cancelada.

O número compilado pelo TSE reúne tanto os atendimentos feitos pelo de maneira remota, pelo sistema "Titulo Net", quanto os que foram feitos de maneira presencial, nos cartórios eleitorais.

Nesta segunda-feira, o site do TSE enfrentou instabilidades e chegou a ficar fora do ar em alguns momentos. Segundo a Corte eleitoral, o problema foi gerado pelo grande número de acessos ao sistema do e-título. De acordo com a Corte, somente até as 17h foram realizados 431 mil atendimentos.

Por meio de nota, o TSE informou que "as áreas técnicas responsáveis já trabalham para o restabelecimento das páginas e dos sistemas afetados". Ficaram fora do ar, por exemplo, o acesso ao processo judicial eletrônico, que permite ver o andamento de ações que tramitam na Corte.

No dia 11 de julho, o TSE divulgará o número oficial de eleitores considerados aptos a votar nas eleições de 2022, e entre 5 de julho e 3 de agosto, os juízes eleitorais deverão nomear os eleitores que serão mesários e darão apoio logístico nos locais de votação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos