Um gás na economia de Vaz Lobo: prédio abandonado vai sediar núcleo da Uerj

·1 minuto de leitura

A região de Vaz Lobo vai experimentar um reaquecimento da economia com geração de empregos e capacitação profissional tão logo o núcleo universitário da Uerj, que contará com diversas cadeiras de ensino para atender a região, seja aberto. Essa é a expectativa do deputado estadual Dionísio Lins (Progressita).

Nesta sexta-feira o presidente da Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro (Alerj) e governador em exercício, deputado André Ceciliano (PT), publicou o decreto n° 47.790, que declara de utilidade pública para desapropriação e de interesse educacional, o terreno onde fica localizado o esqueleto do antigo prédio onde funcionava a Faculdade Nuno Lisboa.


O deputado explica que a reitoria da Uerj já realizou uma vistoria no local, que foi aprovada por unanimidade pelo reitor e sub-reitor da universidade.

— Agora, moradores de Vaz Lobo, Madureira, Irajá e Vila da Penha poderão ter a oportunidade de disputar uma vaga no mercado de trabalho com mais capacidade; além de contribuir com o reaquecimento da economia e do comércio local com a geração de novos empregos — finaliza o parlamentar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos