Um governo de sorte

Todo mundo já sabe. A sessão que tratava da PEC Kamikaze (segundo Guedes) foi suspensa ontem à noite.

Arthur Lira alegou problemas técnicos — na internet da Câmara - para fazê-lo. (A suspensão garante o quórum para a continuidade da sessão, com a ressalva — detalhe banal para um trator — de que uma sessão na Câmara não poderia ficar suspensa por mais de hora…).

Os problemas técnicos não impediram que o texto-base fosse votado e aprovado. Mas, decerto se agravando, impuseram-se incontornavelmente para que se considerasse que a votação dos destaques estava sob risco.

Entre os destaques, o que propunha derrubar a decretação de estado de emergência.

Havia, desde cedo, um temor de que a oposição pudesse ter sucesso nessa investida, possibilidade que se agravava ante a queda no quórum; de modo que os problemas técnicos - algo seríssimo - acabaram por proteger a agenda do governo.

Um governo de sorte.

Com a internet funcionado, e ainda com o trator Lira atropelando o regimento, a sessão deve ser retomada hoje; e o caso, liquidado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos