Um mês sem bebidas alcoólicas: conheça os benefícios do "Janeiro Seco"

A campanha Janeiro Seco começou no Reino Unido para estimular o controle do consumo de álcool e se espalhou pelo mundo. A finalidade do projeto é demonstrar ao usuário os malefícios do álcool. O médico psicanalista Cid Merlino Fernandes explica os benefícios de ficar um mês sem ingerir bebidas alcoólicas.

A proposta não é nova, conta o especialista em dependência, mas a campanha Janeiro Seco, espalhada agora pelas redes sociais, atinge um público mais vasto.

“O próprio Alcoólicos Anônimos fala de um teste de trocar durante um mês a bebida alcoólica por suco, uma limonada por exemplo. Se a pessoa não consegue fazer esta troca durante um mês, talvez ela tenha problema com álcool”, explica.

Para quem exagerou no consumo de bebidas álcoolicas no final do ano e quer se lançar no desafio, Cid Merlino diz que o mês de abstemia traz diversos benefícios, capazes de evidenciar o que o álcool faz no nosso organismo.

“O corpo desincha, portanto você perde peso. A sua pele fica mais hidratada, melhora a aparência. Acabam as ressacas e uma série de situações prejudiciais aos órgãos”, lista. Além disso, lembra ele, também é um período para reflexão sobre as prioridades da vida e no que as bebidas álcoolicas podem atrapalhar.

O álcool é uma das três substâncias psicoativas conhecidas por provocar dependência física, ao lado dos opiáceos, incluindo a heroína, e dos barbitúricos, remédios usados para dormir.

“Não dá para gente encampar esta ideia de que o álcool não tem malefícios se bem usado, depende do organismo de quem consome”, afirma o médico.


Leia mais

Leia também:
Irlanda impõe preço mínimo para bebidas alcoólicas a fim de reduzir consumo de jovens
Com proibição de álcool, hospital na África do Sul não recebe casos graves pela primeira vez
Macron promete “geração sem tabaco” e aumenta investimentos para combater o câncer