A um passo da Copa do Mundo, Brasil enfrenta o Paraguai na semifinal da Copa América

A Seleção brasileira se enfrenta para decidir nesta noite quem fica com a última vaga da decisão da Copa América. Vindo de uma sequência exitosa e cheia de placares elásticos, a seleção enfrenta o Paraguai, equipe que já fez história ao chegar nessa etapa. Uma vitória hoje tem uma recompensa ainda mais especial: os finalistas e o terceiro colocado da competição garantem vaga na Copa do Mundo de 2023, que será disputada na Austrália e Nova Zelândia.

Campanha histórica: 'Elas não têm medo', afirma treinador do Paraguai

Lesão no joelho: Melhor do mundo, Alexia Putellas está fora da próxima temporada

No último jogo da primeira fase, contra o Peru, a treinadora utilizou um time diferente do resto da competição. Já classificado para a primeira fase, o Brasil foi para o jogo com jogadoras reservas que compunham um esquema tático de 3-4-3 ao invés do habitual 4-4-2 utilizado por Pia na maioria dos jogos. Perguntada sobre qual opção deverá utilizar na semifinal, a treinadora desconversou.

— Veremos. Nós nos preparamos para cenários diferentes e eu fiquei satisfeita com o nosso desempenho nesse sistema no último jogo. Espero que possamos fazer um pouco dos dois. Se pudermos mudar a tática caso necessário, sabemos agora que podemos jogar das duas formas — avaliou.

Quem tem sido fundamental para os bons desempenhos do Brasil é a goleira Lorena, que não foi vazada na competição. É a primeira vez que a jogadora de 25 anos representa a seleção como titular em uma competição oficial, e tem sido uma boa opção utilizada por Pia.

— Não tomar gols é ótimo para todas nós, especialmente para a confiança da Lorena. Quanto mais partidas ela faz, mais confiante ela fica, mais calma terá e mais tomará a iniciativa. Por exemplo: na transição da defesa para o ataque, ela está mais rápida na reposição, lendo o jogo melhor. Essas situações fazem com que ela cresça. É uma ótima oportunidade para que ela ganhe experiência. Hoje nós trabalhamos muito as bolas de longa distância e os cruzamentos, e isso será muito importante para o time e para ela — analisa a treinadora.

Teste de feminilidade: O que é e por que jogadora de Zâmbia não poderá atuar na Copa da África

Bia Zaneratto chega a 100 jogos com a camisa da seleção

A atacante Bia Zaneratto deve fazer hoje o seu 100º jogo oficial pelo Brasil. Ela não entrou em campo contra o Peru, já que a treinadora sueca preferiu optar por testar novas jogadoras nas funções. Bia foi artilheira do Brasileirão do ano passado com a camisa do Palmeiras e eleita a craque da competição, após passar sete temporadas no futebol coreano. Com frequência, Bia aparece na lista de convocações de Pia e já balançou as redes duas vezes na competição, além de acumular três assistências.

— Se você olhar como a Bia jogou na Olimpíada, vejo diferença para atualmente. Acho que ela melhorou seu futebol. Enquanto ela estiver saudável e em forma, será muito perigosa tanto dentro quanto fora da área — afirma a técnica.

Artilheira da última edição da Copa América, quando o Brasil ergueu a taça, Bia é hoje, aos 28 anos, uma das veteranas da seleção. A experiência com a camisa verde e amarela é grande: ela já participou de três Copas do Mundo e duas Olimpíadas. A atacante balançou as redes em 33 ocasiões, e soma 53 vitórias, 15 empates e 16 derrotas pelo Brasil.

— É um currículo muito vasto, mas a gente sempre quer e sabe o quão necessário seria um título dessas competições. Fico muito orgulhosa de ter participado de todas elas, mas sempre fica aquele gostinho de quero mais. Estamos aqui e sabemos da importância dessa competição, então estamos trabalhando muito para conquistar mais uma — declara a jogadora.

Carlota Alves de Resende: Conheça a pioneira dirigente de futebol feminino que chegou a ser presa na década de 1940

Caso garanta a classificação, o Brasil enfrenta a Colômbia na final, no sábado às 21h. Com um gol da joia Linda Caicedo, de apenas 17 anos, a seleção colombiana venceu as argentinas ontem e já garantiu sua vaga na Copa do Mundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos