Um soldado israelenses e dois palestinos mortos na Cisjordânia

Um soldado israelense e dois palestinos morreram nesta quarta-feira em confrontos perto de um ponto de passagem na Cisjordânia ocupada, informaram o exército israelense e o ministério palestino da Saúde.

Um oficial morreu em um tiroteio quando dois suspeitos se aproximaram do posto de controle de Jalamah, ao norte de Jenin, informou o exército israelense em um comunicado.

O ministério palestino da Saúde confirmou as mortes de dois jovens no mesmo local.

Os palestinos foram identificados como Ahmed Ayman Ibrahim Abed, 23 anos, e Abdel Rahman Hani Subhi Abed, 22 anos, segundo a agência Wafa.

Israel não divulgou até o momento a identidade do oficial morto.

Desde o mês de março, o exército israelense intensificou as operações no norte da Cisjordânia, território ocupado desde 1967 por Israel, em particular nas regiões de Nablus e Jenin, onde atuam grupos armados palestinos.

O exército israelense afirma que as operações são uma resposta aos atentados que mataram 19 pessoas no país.

As operações israelenses provocaram dezenas de mortos entre os palestinos e 1.500 detenções, segundo o comandante do exército, Aviv Kohavi.

gb/bs/kir/dbh/zm/avl/fp