Uma forma de vida é encontrada a 19 Km abaixo do nível do mar.

Pode haver algo à espreita vários quilômetros abaixo do nível do mar, na parte mais profunda dos oceanos da terra – algo vivo.

Pesquisadores da Universidade de Utrecht afirmam ter encontrado evidências de que há vida a 10 quilômetros abaixo da Fossa das Marianas – o local mais profundo de todos os oceanos do mundo.

Essas evidências se baseiam em uma forma de serpentina mineral encontrada no fundo da Fossa, que contêm vestígios de material orgânico, semelhante ao produzido por micróbios em qualquer lugar da Terra.

Os pesquisadores analisaram as rochas expelidas por vulcões de lama no fundo da Fossa e acreditam que eles estão a 19 quilômetros abaixo da superfície do oceano.

“É como se fosse uma mensagem numa garrafa”, disse Oliver Plumper, cientista da Universidade de Utrecht e principal autor do artigo.

“Embora não seja possível determinar com extrema precisão a origem exata do material orgânico, nossa análise química indica que há vida dentro ou até mesmo abaixo dos vulcões de lama”.

Os vulcões de lama são como uma janela subterrânea sem igual. Eles nos permitem rastrear coisas que, de outro modo, permaneceriam ocultas”, disse Helen King, cientista da Universidade de Utrecht e autora adjunta da publicação.

“A descoberta do material orgânico é particularmente importante porque pode indicar uma profunda biosfera abaixo dos vulcões de lama”.

Rob Waugh
Yahoo News UK